MAIO DE 68

maiode68.jpgRevoltas Estudantis (1965 – 1970)                   

Entre 1965 e 1970, concentraram–se várias manifestações de estudantes, negros e trabalhadores em geral contra o assim chamado “establishment” (o sistema político estabelecido). Eram movimentos organizados, basicamente, em torno da efetivação dos direitos humanos declarados pela ONU (Organização das Nações Unidas). Destacaram–se, sobretudo, os protestos contínuos ocorridos de 3 a 30 de maio de 1968, em Paris, França. Inicialmente, exigia–se a reabertura da Faculdade de Letras de Naterre, mas devido à reação agressiva da polícia parisiense, uma onda de passeatas se levantou. Uma revolta permanente foi implantada de um modo geral contra o governo conservador do general Charles De Gaulle. Sem um fim único concreto, passou a envolver, literalmente todo mundo – EUA, Alemanha, Itália, Inglaterra e América do Sul –, nas reinvidicações dos trabalhadores, por melhores salários; dos negros, contra a discriminação racial e dos estudantes, por uma reforma mais democrática do ensino e contra a Guerra do Vietnam. Em parte, o movimento sustentava–se na tese da “nova esquerda”, desenvolvida por Marcuse – onde não só o proletariado, mas os jovens e excluídos da sociedade burguesa também eram considerados força de transformação da história – e pela Teoria Crítica da Escola de Frankfurt.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: